(Parte 6 de 8)

• Cofragem individual vertical com dispositivo de vibração com escadas em caracol ou escadas de patamares • Módulo de cofragem para a instalação vertical em uma bateria de cofragens

1.8 Formas de execução da escada

A marcação de escadas na obra deve seguir o projecto, no entanto na maioria das vezes, na execução da obra muda-se as cotas e com isso cabe ao profissional adaptar a escada as novas medidas. Deixando bem claro que as variações de medidas devem ficar na ordem de centímetros, caso contrário deve-se recalcular a escada.

Para marcar a escada na obra devemos ter um anteparo, que pode ser uma parede (nas escadas enclausuradas) ou mesmo uma tábua (forma lateral), onde possamos riscar a escada nas medidas reais.

Arq: Domingos Armando Baptista António

Dimensionamento de escadas com vãos perpendiculares entre si. 31

1º - Medir na horizontal a somatória do nº de degraus. Ex. 10 Degraus de p=30 cm = 3,00m.

2º - Esticar uma linha do nível inferior ao superior.

3º - Com o auxílio de um prumo verificar a verticalidade do ponto de chegada (nível Superior).

4º - Com o auxílio de uma galga com dimensão do piso e um nível de bolha, marca-se a escada.

5º - Depois de marcá-la, faremos a forma da mesma maneira das lajes, pontaletada e contraventada, sendo portanto os lances formados por painéis inclinados de tábuas no sentido longitudinal limitadas nas laterais por tábuas pregadas de pé, tábuas em pé também formam os espelhos.

Podemos executar as escadas também com o auxílio da laje pré moldada.

Arq: Domingos Armando Baptista António

Dimensionamento de escadas com vãos perpendiculares entre si. 32

Capitulo - 2 Dimensionamento de escada

Arq: Domingos Armando Baptista António

Dimensionamento de escadas com vãos perpendiculares entre si. 3

2.1 Cálculos a) Altura do pé direito

Dados e = 16 cm n = 18 cm

Fórmula H = n x e

Arq: Domingos Armando Baptista António

Dimensionamento de escadas com vãos perpendiculares entre si.

H=? b) Inclinação de escada

∝=28.07° 2.2 Escada a ser dimensionada

Figura 1: Escada em planta

Arq: Domingos Armando Baptista António

Dimensionamento de escadas com vãos perpendiculares entre si.

Figura 2: Alçado de escada

Figura 3: Corte do primeiro lanço a) Primeiro lanço

Arq: Domingos Armando Baptista António

Dimensionamento de escadas com vãos perpendiculares entre si.

Figura 4: Primeiro lanço

Dados formula

Comprimento do primeiro lanço

Arq: Domingos Armando Baptista António

Dimensionamento de escadas com vãos perpendiculares entre si.

Figura 5: Segundo lanço

Dados formula

Arq: Domingos Armando Baptista António

Dimensionamento de escadas com vãos perpendiculares entre si.

a) Terceiro lanço

Figura 6: Terceiro lanço Obs: Semelhante a do primeiro lanço

2.3 Acções nas escadas

2.3.1 Acções Permanentes

As acções permanentes directas são devidas a peso próprio, peso do revestimento e peso do gradil (corrimão, mureta ou parede).

a) Peso Próprio

O peso próprio é calculado com a espessura média hm, e com o peso específico do betão igual a 25 KN/m3 .

Se a laje for de espessura constante e o enchimento dos degraus for de alvenaria, o peso próprio será calculado somando-se o peso da laje, calculado em função da espessura h1, ao peso do enchimento, calculado em função da espessura média.

Arq: Domingos Armando Baptista António

Dimensionamento de escadas com vãos perpendiculares entre si.

(Parte 6 de 8)

Comentários