A CULTURA DO TOMATEIRO

  • UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIENCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE FITOTECNIA E FITOSSANIDADE

  • INTRODUÇÃO

CLASSIFICAÇAO BOTANICA

  • ORDEM: TURBIFLORAE

  • FAMÍLIA: SOLANACEAE

  • GÊNERO: Lycopersycon

HABITOS DE CRESCIMENTO

  • DETERMINADOS:

  • - CESSAM O DESENVOLVIMENTO APÓS O FLORESCIMENTO;

  • - CULTIVOS COMERCIAIS;

  • - FRUTIFICAÇAO CONCENTRADA EM 2 -3 SEMANAS.

  • INDETERMINDOS:

  • - CONTINUAM COM O DESENVOLVIMENTO APÓS A FLORAÇAO;

  • - PERMITEM COLHEITAS PROLONGADAS;

  • - FOLHAGEM ABUNDANTE – REDUÇAO DA TEMPERATURA E LUMINOSIDADE – AMADURECIMENTO LENTO.

VALORES NUTRICIONAIS

CLIMA E SOLO

  • Temperatura Ótima: 21 – 24 ºC;

  • Altas Temperaturas (>28ºC): frutos de coloraçao amarelada; reduçao do ciclo;

  • Baixas Temperaturas (<12ºC): redução do crescimento; polinização ineficiente;

  • Pluviosidade: média a baixa;

  • Fotoperíodo: pouca influência;

  • Solos: areno-argiloso, profundo, solto, permeável, bem drenado e pouco ácido;

  • Umidade alta: favorece o desenvolvimento de doenças;

  • pH: 5,5 – 6,8;

CULTIVARES

  • Condições locais, de mercado e objetivo da produção;

  • Ciclo: 95 a 125 dias;

  • Resistência ou tolerância a pragas e doenças;

  • Coloração: vermelha (indústria) e variável (in natura);

  • Formato e tamanho do fruto.

GRUPOS

  • 1. Grupo Santa Cruz

  • Rei Umberto x Redondo Japonês;

  • Consumo in natura;

  • Plantas altas e crescimento indeterminado;

  • Frutos oblongos, bi ou triloculares;

  • Frutos com 80 a 220g;

  • Saladas e molhos.

  • 2. Grupo Salada

  • Tomate-caqui, tomate-maçã ou tomatão;

  • Frutos pluriloculares, formato globular achatado;

  • Frutos com 250 a 500g;

  • Coloração vermelho ou rosado;

  • Crescimento indeterminado ou determinado;

  • Saladas e lanches.

  • 3. Grupo Saladinha

  • Frutos de tamanho menores;

  • Frutos de formato globular achatado, pluriloculares, cor vermelho intensa, 150 a 250g;

  • Crescimento determinado ou indeterminado;

  • Saladas.

  • 4. Grupo Italiano

  • Mais recente cultivar;

  • Frutos biloculares, alongados e pontiagudos;

  • Polpa espessa, vermelha intensa, firme e saborosa;

  • Crescimento determinado ou indeterminado;

  • Molhos e saladas.

  • 5. Grupo Cereja

  • Tomatinho-selvagem;

  • Frutos com 10 a 30g, biloculares, cor vermelha;

  • Crescimento indeterminado;

  • Aperitivos, saladas, etc.

  • SALADA

  • CEREJA

  • Tabela 1. Enquadramento por grupo de algumas cultivares mais comuns.

MANEJO CULTURAL

  • a) Produção de mudas e transplantio:

  • - Substrato: vermiculita, permita, turfa e outros compostos orgânicos;

  • - bandejas de 200 células;

  • - Transplante: 3-5 folhas, 20-25 dias após a semeadura;

  • - Espaçamento: 1,00-1,20m entre fileiras e 0,50-0,70m entre plantas;

  • b) Adubação:

  • - absorção de nutrientes < quantidade requerida;

  • - Aplicação de 80 a 120 kg/ha de N;

  • - 300 a 450 kg/ha de P205;

  • - 50 a 100 kg/ha de K20;

  • - Ajustadas de acordo com o solo;

  • Adubação orgânica

  • - 2 a 10 t/ha - esterco de galinha - sulco de plantio;

  • - 6 a 20 t/ha de esterco de gado - lanço ou no sulco.

  • c) Irrigação:

  • - Leves e freqüentes;

  • - 20% de frutos maduros: paralisação;

  • - 20mm (condições frescas) e 70mm (condições quentes e secas);

  • - Superfície, aspersão ou gotejamento.

  • d) Fertirrigação

  • - Economia de mão-de-obra;

  • - Eficiência do uso de fertilizantes;

  • - Uniformidade na distribuição dos adubos;

  • - Eficiência no controle de invasoras;

  • - Alto custo inicial;

  • - Entupimento dos emissores;

  • - Contaminação e envenenamento;

  • - Mão-de-obra especializada.

TRATOS CULTURAIS

  • Tutoramento:

  • Amontoa;

  • Amarrio;

  • Desbrota:

  • - Eliminação dos brotos laterais

  • Poda ou Capação:

  • - Cultivares de ciclo indeterminado;

  • - Eliminação do broto terminal da haste;

  • Raleio de frutos:

  • - Melhorar a qualidade e o tamanho dos frutos.

  • Rotação:

  • - poaceas (pastagens, milho, cana-de-açúcar, sorgo, aveia, centeio, cevada).

PRAGAS E DOENÇAS

  • PRAGAS

  • - Traça-do-tomateiro (Tuta absoluta);

  • -Mosca-branca (Bemisia argentifolii);

  • -Ácaro-do-bronzeamento (Aculops lycopersici);

  • -Larva-minadora (Liriomyza huidobrensis, L. trifolii, L. sativae);

  • -Tripes (Frankliniella spp. e Thrips spp.);

  • -Pulgões (Myzus persicae e Macrosiphum euphorbiae);

  • -Burrinho (Epicauta suturalis e E. attomaria).

  • Traça do tomateiro

  • DOENÇAS

  • - Pinta – preta: Alternaria solani;

  • - Requeima: Phytophthora infestans;

  • - Mancha – de – septória: Septoria lycopersici

  • - Mancha –de – estenfílio: Stemphylium solani

  • - Murcha – de – fusário: Fusarium oxysporum f.sp. lycopersici

  • - Murcha – de – verticílio: Verticillium albo-atrum

  • - Podridão –de escleródio: Sclerotium rolfsii

  • - Murcha – bacteriana: Ralstonia solanacearum

  • Murcha bacteriana

SISTEMA DE PRODUÇÃO

  • Casas de Vegetação

  • Condições de campo

  • HIDROPONIA

COLHEITA, TRANSPORTE E PROCESSAMENTO

  • Colheita em 110 a 120 dias após a germinação;

  • Colheita manual: 1ª - 70 a 80% de frutos maduros e 2ª 15 dias após a primeira;

  • Colheita mecanizada: automotrizes, 15 t/h.

  • TRANSPORTE

  • PROCESSAMENTO

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Comentários